Categoria "Educação"

educacao category image

Secretariado Executivo Trilíngue


17.jan.15 | 10 Comentários

Oi gente!
Secretariado Executivo. Vamos confessar que só o nome já assusta, né? Agora vamos acrescentar o Trilíngue. Assustou ainda mais, né? Inglês, Espanhol e Francês, tá bom pra vocês? rs  
Mas, afinal, você sabe sobre o que é o curso? Sabe como é o mercado de trabalho? Para tirar todas as nossas dúvidas, eu entrevistei a Gabriela. Ela está no 5º período da graduação. Vamos conferir?

Gabriela Carneiro Marques está cursando o 5º período de Secretariado Executivo Trilíngue na Universidade Federal de Viçosa.
Ela diz ter escolhido o curso principalmente por causa dos idiomas, as disciplinas de Inglês, Espanhol e Francês que são obrigatórias para o curso, e isso a chamou bastante atenção.
A escolha da Universidade foi porque além de ser bem próxima da sua cidade natal, a Universidade Federal de Viçosa é uma excelente Universidade em diversos aspectos. Além disso, o curso de Secretariado Executivo Trilíngue da UFV é considerado como um dos melhores do país. Para ingressar ela fez o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM).
Sua impressão sobre o curso mudou muito depois que começou a cursar. Ela não fazia ideia da importância do curso e da profissão de Secretariado Executivo antes de entrar para a Universidade. Hoje ela sabe que a profissão requer do profissional muito estudo, dedicação, responsabilidade e conhecimento em diversas áreas.
Os professores são extremamente bem capacitados e sabem lecionar de maneira dinâmica e autêntica. Apesar de terem poucos professores formados em Secretariado Executivo, esses são muito competentes e qualificados.
Há estágio supervisionado obrigatório.
O mercado de trabalho é bastante favorável, isso porque o profissional formado em Secretariado possui conhecimento em diversas áreas como a financeira, administrativa, organização de eventos e muitas outras. Ou seja, ele tem capacidade de trabalhar em diversos âmbitos. Além disso, há muitas oportunidades de emprego em regiões em que se concentram grandes indústrias.
Gabriela finaliza a entrevista com o seguinte recado: “É importante ressaltar que a profissão de Secretariado Executivo vai muito além do trabalho operacional, como atender telefone, anotar recados e servir café. O profissional de Secretariado Executivo atualmente atua como assessor, assistente, tradutor, agente facilitador e coordenador de informações. Por essas razões, ele possui noções de diversos idiomas, administração, planejamento, psicologia, marketing, liderança e comunicação. Além disso, a profissão já não é composta completamente pelo sexo feminino. São muitos homens que estão se introduzindo na profissão. Por isso é importante que esse rótulo feminino seja perdido, juntamente com os preconceitos e os estereótipos.”
Eu super concordo com a Gabi. E tenho certeza que depois dessas explicações não restam dúvidas sobre o curso, né? E o principal é que aprendemos a respeitar e admirar os profissionais da área.
Muito obrigada por dividir um pouco do seu conhecimento com a gente, Gabriela. Tenha certeza que está ajudando muitas pessoas.
E vocês, já tinham pensado em cursar Secretariado Executivo Trilíngue? Me contem aqui pelos comentários.
Beijinhos ;*

educacao category image

Fisioterapia


16.jan.15 | 10 Comentários

Oi gente!
Chegou a vez de falarmos sobre o curso de Fisioterapia. É uma linda profissão, não acham? Eu sou fã, admiro demais!
E quem falará mais sobre o assunto será a Mariana. Ela está no 4º período da graduação e estuda na maior (e melhor) faculdade federal do Brasil (morro de amores por também ser minha Universidade, ok? haha).
Vamos conferir?

Mariana Andrade tem 19 anos e está cursando o 4º período de Fisioterapia na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).
Mariana diz ter escolhido este curso por sempre ter gostado de cuidar das pessoas, desde pequenininha. Ela conta que um dia estava assistindo televisão e viu um fisioterapeuta tratando pessoas com doenças neurológicas e gostou muito. Pesquisou mais sobre a profissão e decidiu fazer o curso. Amou desde o primeiro período.
Estudar em uma Universidade pública sempre foi seu sonho e a UFRJ é a melhor faculdade pública em Fisioterapia no Rio de Janeiro. Então Mariana focou, estudou e conseguiu. Para ingressar ela participou de todo o processo Enem-Sisu.
Mariana diz que ainda não pode conhecer mais sobre o curso pois ainda está nos períodos básicos. Mas tudo que viu e aprendeu até agora a fez ficar ainda mais motivada. São muitas áreas para seguir, o que a faz ter várias opções de escolha futuramente.
As aulas são bastante difíceis e os professores muito exigentes. É preciso estudar muito para acompanhar as aulas. E o estágio? Ainda não chegou a hora, mas é preciso fazer estágio obrigatório nos últimos períodos.
Mari afirma que a profissão é muito ampla, com várias opções de áreas. Porém ainda é pouco valorizada pela sociedade. Há uma luta grande para que o piso salarial dos fisioterapeutas aumente, pois comparado com outras profissões ainda é muito baixo.
Ela finaliza a entrevista com o seguinte recado: “Ser fisioterapeuta é uma profissão muito gratificante, pois você trabalha reabilitando, melhorando a qualidade de vida dos pacientes. Se você escolher fazer Fisioterapia que seja com o coração porque o retorno financeiro não é muito alto. Porém é extremamente gratificante saber que você foi responsável pela melhor qualidade de vida do seu paciente.”
E alguém tem dúvida disso, gente? Eu me orgulho muito dos profissionais da área. Conheço muitos casos e sei a importância que eles tem na recuperação dos que precisam.
Muito sucesso pra você Mariana. Que sua profissão só lhe traga alegrias. Estaremos aqui torcendo para que finalmente consigam o reconhecimento que tanto merecem. Parabéns pela escolha!
E vocês já pensaram em cursar Fisioterapia? Me contem aqui pelos comentários.
Beijinhos ;*

educacao category image

Moda


16.jan.15 | 8 Comentários

Oi gente!
Já falei pra vocês que meu planejamento era falar sobre 14 cursos diferentes aqui, né? Mas aí apareceram outras pessoas e eu fui mudando (e aumentando) os planos, rs. E foi o caso do curso de Moda. Quando apareceu a oportunidade de entrevistar a Marina, eu fiquei super animada! Não conhecia ninguém que cursasse Moda e sempre tive muitas curiosidades. Marina me ajudou a tirar muitas delas. Vamos conferir um pouco mais?

Marina Luiza tem 20 anos e está cursando o 7º período de Moda no Centro Universitário Belas Artes em São Paulo.
Marina diz ter escolhido este curso porque sempre foi apaixonada por tudo relacionado a arte e ao design. E escolheu o Centro Universitário Belas Artes pois foi o que mais se encaixou em seu perfil. Marina diz que é uma faculdade mente super aberta, as pessoas são diferentes e é um ambiente descontraído. Para ingressar, Marina realizou o Vestibular da própria Universidade.
Quando começaram as aulas a impressão de Marina mudou bastante. Antes ela achava que Moda era só fazer roupa, ser estilista. E depois viu que Moda é um curso de infinitas possibilidades. É um curso que abrange não só moda em si, mas Marketing e Design, por exemplo.
Ela adora as aulas, pois não são aulas onde o professor fala e você anota e acabou. São aulas participativas, onde o professor induz o aluno a pensar e criar, a sair da sua zona de conforto. Ela adora!
Quanto ao estágio Marina diz ser obrigatório. Ela já está até fazendo, em um site de conteúdo de moda.
E o mercado de trabalho? Complicado. Muitas vezes não tem espaço para todos e é preciso se esforçar muito para se sobressair. Mas tendo em mente sempre de que o mercado é muito competitivo. Não é fácil.
A verdade é que hoje nada está fácil, né gente? Desejo todo sucesso do mundo pra você Marina! Muito obrigada por compartilhar um pouco com a gente.
E vocês, já pensaram em cursar Moda? Conheciam mais sobre o curso? Me contem pelos comentários.
Beijinhos ;*
Página 4 de 71234567